Mensagem final do projecto Pro PALOP TL-ISC

AGORA member's picture
Car@s beneficiári@s, parceir@s, seguidor@s e amig@s,
 
Os projectos começam, são implementados e quando chegam ao seu fim, fecham-se…
 
Quando os projectos são bem implementados, chega-se ao seu fim com a sensação de que “soube a pouco”, deixam saudades ainda antes do seu fecho esfriar. E leva tempo a esfriar, nesses casos…
 
O nosso projecto, que ora fecha-se, fez e alcançou muito…
 
Tanto fizemos e alcançamos que não vale a pena enumerar essas “pequenas vitórias” e realizações nesta mensagem de final de projecto. O reporte há de ser feito…
 
Mas vale a pena dizer algo sobre aquilo que alcançamos, junt@s “no” e “com” o Pro PALOP-TL ISC!!!
Com o Pro PALOP-TL ISC, criou-se uma verdadeira comunidade de práticas para o controlo externo das finanças públicas e transparência orçamental nos PALOP e Timor-Leste, envolvendo instituições supremas de auditoria, ministérios das finanças, parlamentos e organizações da sociedade civil. Essa comunidade de práticas é feita de pessoas, estruturas, metodologias, saber-fazer, conhecimento e instituições em todos esses países (mais Brasil e Portugal). Uma verdadeira realização, uma vez que parece ser a primeira vez que tal se consegue com este nível de sistematização e esta dinâmica de trocas humanas, pessoais e profissionais…
 
Com o Pro PALOP-TL ISC, resolveram-se problemas reais dos países beneficiários e desenvolveram-se capacidades concretas das instituições beneficiárias, criaram-se novos consensos sobre os desafios que ainda persistem e dos caminhos que devem ser enfrentados para os resolver, das capacidades extraordinárias, do saber-fazer e conhecimento acumulado ao dispor para que essa caminhada seja bem-sucedida. Uma realização assinalável, uma vez que fez-se a diferença com a intervenção deste projecto na vida de pessoas reais, na capacidade efetiva de instituições concretas e no quadro geral do controlo externo das finanças públicas e da transparência orçamental dos países beneficiários…
 
Com o Pro PALOP-TL ISC, foi possível “semear para depois colher os frutos” num processo que, ao longo dos 4 anos de implementação do projecto, permitiu envolver efetivamente os beneficiários no desenho e implementação das acções no terreno, alinhar as intervenções com as usas prioridades e necessidades, nunca abdicando da responsabilidade de mostrar os caminhos alternativos e as melhores práticas. Uma realização de registo, pois “Semear para depois colher os frutos” é, per se, a parábola da sustentabilidade que se quer e das estratégias de saída eficazes de que se fala na linguagem de gestão de projectos…
 
Com o Pro PALOP-TL ISC, foi possível resgatar as instituições supremas de auditoria, os executivos, os parlamentos e as organizações da sociedade civil dos PALOP e Timor-Leste de uma posição de certa forma periférica para um lugar cimeiro e uma posição central a nível mundial no domínio da promoção e reforço do controlo externo dos sistemas de gestão das finanças públicas. Uma realização significativa, pois multiplicam-se as iniciativas multilaterais e bilaterais em várias regiões do mundo abertamente inspiradas na boa prática em que se constituiu o projecto, uma iniciativa para todos os efeitos pioneira…
 
Com o Pro PALOP-TL ISC, foi possível ver o impacto das realizações do projecto acima referidas no domínio do controlo dos sistemas de gestão das finanças públicas, os nossos outputs/produtos, no outcome/contexto geral da governação económica nos PALOP e Timor-Leste em que se insere o nosso projecto. Uma realização pouco acessível, tendo em conta que não poucas vezes as realizações dos projectos são contrariadas pela evolução negativa do contexto geral/outcome em que as suas intervenções se inserem, resultando não poucas vezes em impacto mitigado dessas iniciativas de forma geral…
 
Por todas essas razões gostaríamos de agradecer humildemente a tod@s vocês, noss@s parceir@s, que são um grupo de pessoas extraordinárias e de profissionais de mão cheia, cujo contributo permitiu que, junt@s, tenhamos feito algo de relevante e alcançado muito nesses anos que passaram a correr…
 
O domínio do controlo externo das finanças públicas e da transparência orçamental tem-se afirmado cada vez mais como verdadeiramente relevante para a cooperação para o desenvolvimento. Estou certo que, de ora em diante, multiplicar-se-ão no mundo inteiro as iniciativas com a abordagem holística e compreensiva, baseadas na cooperação sul-sul e triangular, para o reforço e promoção do controlo externo e monitoria social das finanças públicas.
 
O Pro PALOP-TL ISC foi uma iniciativa pioneira e com provas dadas neste domínio. Desse facto, a sua Unidade de Gestão muito se orgulha.
 
Até um desses dias…
 
A Unidade de Gestão do Projecto